5.2.09

Cooperação

Uma vez eu vi uma palestra de um cara que desenvolve atividades recreativas com crianças carentes pela ótica da cooperação, que são os jogos cooperativos.

O que isso tem a ver com ilustração? Pra mim eu achei que muita coisa. Primeiro porque o principio da cooperação é trazer uma alternativa ao princípio da competição, que é o padrão que cada um de nós sempre aprendemos a lidar na nossa vida.

Quais seriam as desvantagens da competição? Competindo, existem sempre vencedores e perdedores, ou seja, para você vencer alguém tem que perder. E não adianta reclamar porque no mundo competitivo enquanto um fica com uma parte enorme do bolo, o resto se contenta com os farelos, quando os farelos aparecem.

Só que enquanto alguém estiver ganhando o jogo esse alguém nunca irá querer mudar as regras e somente quando esse alguém começar a perder o jogo é que terá interesse em mudar as regras, achando que tudo é muito cruel, etc... Só que o cara que no momento estiver por cima não terá o menor interesse em mudar as regras do jogo e assim a coisa vai ad eternum. Sem contar que muitas vezes o vencedor está com tanto mercado que nem consegue dar conta da demanda, e mesmo assim reprime a demanda, mas não abre mão do osso.

O que é isso tudo além de egoísmo? É por isso que entre os ilustrdores a coisa não vai pra frente. Ainda existe um padrão competitivo muito grande e com regras desiguais. Pra quê o ilustrador que está na crista da onda vai querer que o Zé Mané aumente sua participação no mercado? Pra comer a fatia que é dele? Nem a pau...

Só que nesse egoísmo cego ninguém percebe que a parcela que a ilustração participa no mercado brasileiro é ínfima, se houvesse um esforço real para aumentar a participação da ilustração dentro do mercado consumidor final no Brasil, qualquer ilustrador poderia ganhar bem, ter trabalho pra caramba sem que ninguém tire nada de ninguém. Esse país tem espaço pra todos, só não tem um mercado consumidor cativo. Não tem cultura de consumo de ilustração, mas neguinho ainda prefere impedir que o outro cresça para continuar por cima.

Falta COOPERAÇÃO!

Na hora que não tem freela aparecendo o cara se desespera, -Alguém tem que fazer alguma coisa, os ilustradores vão morrer de fome! Ele está falando de si próprio. Aí o caboclo se meche um pouquinho, começa a aparecer trabalho, começa a pagar suas contas, sobrar uma graninha, e quando ele escuta outro ilustrador falando a mesma coisa que ele próprio disse tempos atrás, ele pensa com seus botões – Que se dane, eu estou garantido. Quando tiver tempo eu penso se é legal fazer alguma coisa!

Isso quando o cara não pensa - Esses caras são tudo egoísta, quando eu estava por baixo ninguém deu bola pra mim, que morram de fome agora!

Isso é espírito de competição e não de cooperação.

Quando existe todo um espírito de cooperação as pessoas tem a consciência que não basta ganhar, não basta estar por cima. É necessário que ninguém esteja passando por dificuldades, principalmente se esse alguém é um cara com um tremendo talento e profissionalismo.

Quando existe cooperação, as pessoas dividem o que têm, passam para os demais aquilo que não dão conta de fazer, educa seus clientes para que conheçam outros trabalhos, assim os clientes de uma maneira geral vão poder perceber que existe espaço para muitos estilos diferentes.
Você promove a variedade.

Cooperar é também saber quando o estilo de arte que o cliente quer fazer não é o estilo que você sabe fazer e indicar um ilustrador melhor indicado para fazer o trabalho, ao invés de tentar com conversa mole e xaveco furado convencer que aquele estilo que o cara quer tá por fora,  é coisa antiga, não é criativo (como se criatividade estivesse num traço) e convencer que bom mesmo é o estilo do que você faz.

Isso é tremendamente imoral.

Assim como é imoral  usar os Imagebank e Ciparts da vida. Isso é pensar de modo competitivo, é querer passar o outro pra trás.

O que falta é um pouco mais de cooperação, e também é preciso acreditar que sendo honesto, ético e cooperador, ninguém nunca irá ficar sem um espaço ao sol.

Um comentário:

  1. Opa Flávio,
    Através da lista de discussão da ABIPRO, acabei chegando até o seu blog há uns 3 dias, gostei do texto e de como você desenvolve suas idéias, muito maduras por sinal.
    Sou ilustrador, moro em São Luís do Maranhão e apesar de distante os assuntos aqui discutidos refletem bem a situação do mercado de ilustração local.
    Abraço e continue assim e vou continuar acompanhando o blog.

    ResponderExcluir

Deixe seu recado, faça sua observação, crítica ou sugestão.

Visitor IP Address Country

Art of the Day