30.3.09

Porque eu não assisto novela

Muita gente costuma falar que a novela é uma forma de expressão cultural popular genuinamente brasileira, que é uma grande conquista perante o mundo existir as novelas brasileiras, como se elas fossem um marco de padrão de qualidade.

Bem, eu discordo em grande parte desse ponto de vista que as pessoas tem sobre as novelas (ou pelo menos posso dizer com toda tranquilidade que as novelas não expressam o mundo que eu vivo), e vou procurar explicar o porquê.

Antes de mais nada, a minha análise sobre as novelas não signifcam que novelas produzidas no México, Colômbia e outros paraísos da teledramaturgia, por exemplo sejam melhores, aliás, se as produções nacionais já não são aquela coisa, para mim essas novelas mexicanas e companhia limitada são muito piores, seria comparar um carro do ano com um fusca ano 67.

O problema é que não basta ser carro do ano, muitas vezes precisamos ter modelos esportivos, de luxo, off road, etc.

E o problema que as novelas brasileiras embora sjema tudo carro do ano, são carros com motor 1.0, sem nenhum opcional.

Vamos enumerar os defeitos que me fazem não querer ver novela nem por milagre:

1- Ninguém trabalha em novela, no máximo tem emprego (ocupação quase sempre improdutiva, em se falando de novela e sonho profissional de muitos), mas pegar no breu que é bom, ninguém pega. Eu já cansei de ver médico que nunca se sensibiliza com casos mais cabeludos dos hospitais (coisa que está cheia no nosso sistema de saúde). Você nunca vê um advogado advogando, nunca aparece algum caso sobre como um advogado de novela faz para defender um acusado por exemplo.
Vendedor, nunca vende. Tá sempre de papo pro ar. Diretor de empresa, então, nem se fala. Coça o saco o dia inteiro, é um tal de ligar pra mulher, pra namorada, pra amante, pro capanga, pro pai, é um tal de sair daqui pra lá, e por mais que esse povo seja atarefado, sempre tem tempo para uma horinha para afogar o ganso. E ninguém nunca é mandado embora.

2- Pobre de novela é mais rico que rico da vida real. Favela de novela só falta chofer.... Todo pobre mora em casa que embora seja antiga, é grande e arejada, tem uma mesa bem grande a farta aonde a família inteira se refestela até o fiofó fazer bico. Bairro de periferia nunca tem um véio escroto que briga com todo mundo, nunca tem uma vizinha biscate, nunca tem um bando de moleque mal educado que faz um zona nas redondezas, não tem bêbado, não tem cachorro vira lata cagando na rua, não tem crente te enchendo o saco domingo pela manhã e não tem mendigo dormindo em marquise de fábrica fechada.

3- Aula de novela é a coisa mais escrota que eu já vi. Assim como cerimônia de casamento. Por exemplo, seja qual for a cerimônia de casamento, os rapapé, as frescurices, o palavrório é uma coisa que nem nerd decora. Mas em novela não, você vê aquele noivo todo emperequetado falando aquele monte de asn.. quer dizer, aquele monte de quaisquaisquais sem errar uma única palavra e sem ter o padre do lado assoprando pro cara o que ele deve fazer. Com direito do ator poder fazer aquela cara de canastrão....
E dentro de sala de aula? Professor fala de Revolução Francesa como se fosse um assunto tão corriqueiro quanto o jogo do curintia do final do semana ou a escalação da seleção. E o pior é que sempre tem um aluno (que não é nerd) que sempre trata do assunto com muito mais naturalidade ainda, como se comesse livros de fisica quântica no café da manhã, filosofia e sociologia no almoço e administração, informática e trigonometria na janta.

4- Quem consegue gostar de novela vendo o que acontece em reuniões assembléias e manifestações públicas? Sempre tem um imbecil comandando, outro coió (que é personagem da trama) para interagir, e talvez outro personagem para discordar ou aumentar o "realismo" da cena. Enquanto que dezenas, centenas ,quicá milhares de figurantes ficam ali, só mechendo a cabeça, para fazer de conta que estão fazendo alguma coisa. Igualzinho a esses cachorrinhos bregas que são vendidos em barraca de camelô.

5- Merchandising forçado pra caramba. Os caras tem o dom de quando vão fazer o merchandising de algum produto, colcam o logo estourando na tela, o imbecil do ator falando com TODA A NATURALIDADE DO MUNDO sobre o produto, aquela coisa que qualquer um faz todo dia por aí... só falta pack shot.

6- E quando resolvem fazer ficção científica em novela? Pelamordedeus aqueles "defeito especial". Cara, é muito ruim, nem croma key sai bem feito, aí fica neguinho querendo colocar figura em 3D feita igual ao fiofó da vó que não consegue mais limpar a bunda direito.

7- Ou quando resolvem colocar em uma novela referências de algum filme clássico, por exemplo? Só falta colocar em letras garrafais "ESTE TRECHO DA TRAMA É BASEADO NO FILME CASABLANCA"(quando não é a novela inteira). O pior de tudo é que fica uma cópia sempre piorada, ao invés dos caras somente utilizarem a referência para ambientar a situação, colocam o cenário no mesmo ângulo, os atores com a mesma roupa, e inclusive a mesma música que foi tema do filme de fundo, logicamente já devidamente traduzida e cantada pela Sandy, pela Simone ou qualquer um que se predispor a pagar esse mico musical.

8- Novelas ambientadas no interior ou no nodeste costumam ter as personalidades mais imbecis do mundo. Depois de Sinhozinho Malta e Viúva Porcina, não existe mais personagem, apenas caricaturas a serem exploradas ao máximo nas telinhas de TV. Todo mundo tem trejeitos exagerados, todo mundo tem tique, todo mundo arrasta a fala, ou se entorta na hora de falar alguma coisa. Você vê personagens que muitas vezes seriam donos de grandes negócios se comportando como portadores de graves doenças degenerativas do cérebro. Se houver pessoas com os trejeitos dos personagens, todas elas devem estar fazendo tratamento psiquiátrico, tomando Lexotan ou Gardenal e dormindo com camisa de força.

9- O PIOR MOTIVO DE TODOS. Como uma novela termina? A resposta em 100% dos casos é assim: num sei quem fica com num sei quem, num sei quem fica com num sei quem e num sei quem fica com num sei quem. Que merda meu, ninguém vai a falência, ninguém fica rico, ninguém resolve nenhum mistério (excessão aos "quem matou Salomão Aiala" da vida), ninguém tira ninguém da cadeia provando a inocência de ninguém, ninguém descobre porcaria nenhuma, ninguém muda de ramo profissional, ninguém fica doente, ninguém se cura de doença, é só: num sei quem fica com num sei quem, num sei quem fica com num sei quem e num sei quem fica com num sei quem.

Agora, como passar por cima de itens tão , tão, tão, tão, tão insignificantes e conseguir ter um final de tarde e começo de noite com algum entretenimento? A impressão que eu tenho, é que ao assitir essas novelas, a televisão está enviando uma mensagem subliminar dizendo o seguinte: Você é burro! Você gosta de assistir video show! Você gosta de ouvir Zezé di Camargo e Luciano! Você acha que pensar da muito trabalho.....

Um comentário:

  1. adorei!! hahahaha
    Ta, eu assisto de vez em quando, mas eu AINDA me liberto! hahaha
    (e sim, ultimamente eu estou lendo um livro de física quântica... hehehe)

    ResponderExcluir

Deixe seu recado, faça sua observação, crítica ou sugestão.

Visitor IP Address Country

Art of the Day