8.11.05

Resposta para a mensagem de uma amiga

Outro dia, uma amiga, me havia perguntado por email como haiva sido o meu começo como ilustrador.

A resposta que eu enviei, eu reproduzo agora na íntegra, pois acredito que seja de conteúdo importante para as pessoas que queiram seguir uma carreira. não importa se como ilustrador ou não.

Segue abaixo a mensagem:

Olá *****, desculpa a demora, essa semana anda corrida e eu quase não consegui te responder.

Eu trabalho a mais ou menos quinze anos como ilustrador, vim de Sorocaba pra cá com uma mala na mão e um colchão enrolado nas costas tentar a sorte. Meu primeiro emprego foi numa produtora de vídeo, eu fiquei lá uns seis meses e depois perdi o emprego. Foi uma das fases difíceis da minha vida, eu fiquei mais de um ano desempregado.

Depois dessa época eu entrei na MacCann Erickson e lá eu fiquei por quase cinco anos. Foi aonde eu aprendi a ser ilustrador de verdade, fiz muitas amizades e aprendi muito mesmo.

Aí eu amarguei um período sem emprego que eu custei pra aceitar que deveria trabalhar como freelancer. Nessa época eu fiquei uns dois anos me revezando de momentos com trabalho e momentos sem coisa nenhuma. Tanto nessa fase, quanto na primeira vez eu cheguei a passar fome, mas dessa vez era mais difícil, porque eu já tinha algumas contas pra pagar e me endividei muito. Mas eu não sei porque cargas d'água eu ainda insistia em continuar. Eu acredito que qualquer pessoa nas minhas condições já teria entregado os pontos...

Foi nessa época que eu comecei a me envolver com trabalhos pra Internet, eu peguei justamente o Boom do mercado de internet, fiz muita coisa e fiz muitos amigos nesse meio. Atualmente muitos desses meus amigos são donos ou diretores de produtoras de internet.

Infelismente depois que esse a bolha do mercado de Internet estourou, eu percebi que se continuasse nessa área, eu iria acabar com muitas dificuldades pra me manter. Então, depois de dois anos que eu não mais havia trabalhado com ilustração resolvi partir pro tudo ou nada.

Graças à Deus eu tive sorte e logo depois de um mês eu estava contratado na Carillo Pastore, que na época era a quinta maior agência do país, só que eu não cheguei a ficar nem seis meses lá.

Depois de tudo isso, eu resolvi me assumir como freelancer e desde então venho conseguindo me manter com meu trabalho, sem muitas ambições, mas com responsabilidade no trabalho.

Ainda mais hoje, com o meu trabalho mediúnico de pintura, eu começo a entender porque eu nunca desistia. Talvez isso era pra acontecer, talvez eu tivesse que com todas as dificuldades me burilar, me reformar para que um dia eu pudesse fazer o que eu faço.

Hoje em dia eu acredito que conseguir é questão de antes de mais nada persistir e jamais desistir. Todas as pessoas que eu conheço e que conseguiram alguma coisa, somente conseguiram porque continuaram, mesmo nos momentos mais difíceis da vida. Existem muitas pessoas que me conheceram nos meus momentos de vacas magras que ao me verem hoje em dia custam acreditar que depois de tantos problemas, tudo passou e enfim, eu consegui.

A única coisa capaz de manter um homem vivo, é a capacidade de sonhar. Não deixe os sonhos para trás, continue, persista, insista, tenha fé e confie. Não há conquista sem esforço, e por mais que o esforço seja duro e custoso, a recompensa sempre vale a pena. Hoje eu sou muito agradecido a Deus por tudo que eu já passei, bom ou ruim, todas as dores, todas as provações fazem de mim a pessoa que atualmente eu consigo ser. E eu espero, sinceramente, poder sempre melhorar a mim mesmo, corrigir os meus defeitos para que jamais eu volte a precisar sofrer privações para merecer uma vida melhor.

Chega um momento na vida da gente que muito da nossa ambição de outrora se transforma em aceitação. Aí a gente começa somente a desejar aquilo que de bom podemos ter ou dar, sem nada mais. Então tudo meio que se transforma a nossa volta. Aquelas coisas que sempre quisemos e que antes pareciam tão difíceis de conseguir começam a se tornar realidade. Tudo isso só porque não mais desejamos, mas porque aceitamos, e começamos e compreender que tudo que nos é dado nos traz sempre uma grande responsabilidade.

Espero um dia poder passar um pouco da minha experiência pras pessoas, para que elas aprendam sem ter que sentir na pele todas as provações que eu senti, para que consigam sem sofrer tanto. Se um dia eu consegui aplainar o caminho de outras pessoas, eu posso me dar por satisfeito.

[]'s
Flavio Roberto Mota

Ilustrador
11 3276 2956
11 9634 6856
http://www.flaviomota.com.br
http://ph0bia.blogspot.com
ICQ 61641833
AIM flaviormota
MSN flaviormota@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, faça sua observação, crítica ou sugestão.

Visitor IP Address Country

Art of the Day