14.5.03

O Que eu Faria?

Outro dia eu tava aqui em casa conversando com a minha esposa sobre essa situação caótica em que o Rio de Janeiro se encontra e pelas minhas reflexões, cheguei a uma conclusão:

Se eu tivesse autoridade pra fazer alguma coisa lá eu colocaria o exército armado até os dentes, como se estivesse indo pra guerra. Cercava todos os morros do Rio, cercava as saídas da cidade, Cercava os subterrâneos que podem dar acesso aos morros, fechava aeroportos, colocava a cidade em estado de sítio.

Depois daria 48 horas para que todas as pessoas que estão nas favelas saissem, e só levem com elas seus pertences mais necessários, roupas, documentos. Ao saírem, todas as pessoas seriam cadastradas com nome, filiação, parentesco, endereço e o escambau a quatro, todo mundo seria revistado. Quem não pudesse sair dos morros por algum problema de saúde, seria só avisar o exército que um destacamento iria tirar a pessoa deonde ela estivesse em segurança, e, depois dessas 48 horas, o exército iria invadir as favelas e pregar fogo em qualquer coisa que se mechesse, porque só irira sobrar traficante lá, durante um tempo ninguém iria poder entrar nos morros até que o exército tenha feito uma verdadeira devassa em tudo.

Somente depois disso é que haveria primeiro que se intalar inúmeros postos policiais em pontos estratégicos dos morros, iria ser feito todo um plano de urbanização desses morros, com implementação de sistema de saneamento básico, implantação de escolas, faculdades, hospitais, postos de saúde, delegacias, áreas determindas para comércio e prestação de serviços com sua devida infra estrutura e somente depois disso a população poderia voltar a ocupar suas casas, começando tudo do ZERO!

Eu sei que muita gente vai achar isso loucura, eu sei disso! Seria uma falta de respeito! E os direitos humanos? Eu só quero saber o que é que essses bostas fazem quando algum cidadão de bem sofre com os ataques dos traficantes! Eles não fazem nada, mas se o traficantezinho coitadinho sofrer alguma coisa, aí eles também são gente e devem ser respeitados! Porque eles então não respeitam todas as outras pessoas??? Eu nunca vi uma comissãozinha de Direitos Humanos defender por exemplo o direito a liberdade daquela menina que levou um tiro no rosto na faculdade!

É um remédio amargo, mas cura!

Aliás, eu sei que é bem provável de que isso que eu descrevi nunca venha a acontecer! E o pior de tudo é que essa criminalidade toda está atrapalhando a evolução de uma série de pessoas que somente querem viver e fazer um mundo melhor, querem fazer esse país crescer, esses bandidos estão atrapalhando a harmonia e a evolução de uma cidade inteira!

Conhecendo as regras que controlam esse universo todo eu começo a chegar a conclusão que somente uma catástrofe de proporção muito grande poderia acabar com essa escalada de violência. Somente algo que funcionasse como um meio de desencarne coletivo pode fazer com que essa turba inconsciente da população ligada com tudo o que é vicioso possa despertar-se desse entorpecimento intelectual e moral que vem dizimando qualquer forma de vida inteligente que venha se manifestar pro aí.

Aí então, todos iriam querer mil vezes mais que o que eu descrevi acontecesse.

Embora as pessoas não aceitem, o Universo segue leis e regras absolutas e que nunca se desviam um único milímetro do seu equilíbrio, e que tudo o que acontece é uma reação dessas leis contra os atentados provocados pela humanidade inconsciente. Será que as pessoas não estão vendo que por sua ganância, corrupção e vícios estão indo de encontro ao seu próprio fracasso?

O destino de cada um de nós está sempre em nossas mãos e sempre nós temos como reveter essa situação, sendo responsáveis pelos nossos atos presentes e do passado também. Se o nosso presente não é o ideal, é porque fizemos com que isso acontecesse pra nós. Agora, cabe a cada um de nós fazer um futuro melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, faça sua observação, crítica ou sugestão.

Visitor IP Address Country

Art of the Day