21.6.06

Sete Pontos

Existem, graças à Deus, muito fóruns e espaços para se discutir a ilustração atualmente. Sem sombra de dúvidas, é justamente a criação desse tipo de espaço que permite que aprendamos sempre mais.

Enquanto isso, algumas pessoas se sente meio que incomodados com as discuções que desses espaços são geradas. Muitas vezes defendendo o alto nível de um determinado grupo.

Esquecem-se que é justamente a liberdade destes espaços que permitem discussões entendimentos e, acima de tudo, aprendizado. Sem contar que as pessoas costumam não refletir a respeito de muito pontos polêmicos e não percebem que com um pouquinho de bom senso, muita coisa da para se aprender.

Foi com intuito de esclarescer alguns pontos como os já descritos que eu enumerei sete pontos, que estou reproduzindo abaixo:

1-Mesmo sendo amador, um desenhista quando procura um grupo, um amontoado de outros desenhistas é porque quer, de alguma forma deixar de ser amador para se profissionalizar. Ele busca informação, conhecimento, troca de experiências.

2-Fazer um trabalho em troca de divulgação é a maior MENTIRA que eu já ouvi até hoje. Divulgação somente existe quando tem uma exposição pública grande, só que para isso acontecer um cliente terá um produto muito importante em jogo e terá que se cercar de algumas garantias de que o investimento global não ocorrerá nenhum tipo de "ameaça" por parte de algum "aspirante". Um novato não tem experiência para garantir um mínimo de retorno para um cliente, e nenhum cliente que tenha um produto com necessidade de exposição (portanto, de retorno financeiro) vai ser louco de correr um risco desnecessário. Vai preferir um profissional e vai preferir pagar por isso. Quem pede trabalho na faixa pra iniciante não tem sequer certeza que seu trabalho será visto e nem tem obrigação de retorno, é um franco atirador no escuro.

3-Quem trabalha na faixa, está diminuindo a àrea de atuação do mercado dito "oficial", está viciando clientes a jamais quererem pagar por um desenho, porque cliente não pensa com o coração, pensa com o bolso, isso vai pra planilha e em geral tema mentalidade que de diminuirem cada vez mais os custos e aumentar os lucros. Uma vez que a ilustraçao não gera custo, ele jamais irá aceitar um dia voltar a ter custo por algo que a muito tempo tem acesso gratuito. Quem deixa de ganhar é somente o desenhista, porque o cliente continua tendo retorno pelo desenho feito na faixa.

4-Trabalho com valor baixo exige um custo de produção baixo, o que significa que você será obrigado a piorar a qualidade do material usado, terá a obrigação de trabalhar mais e mais rápido para conseguir o mesmo ganho que tinha anteriormente, correndo o risco de piorar também a qualidade do seu trabalho, diminuindo as chances do seu trabalho dar retorno ao seu cliente.

5- É bom lembrar que quando tentamos subverter uma cadeia produtiva, ela tende a se rearranjar de forma a encaixar todos os seus elementos de acordo com aquela nova situação. Isso significa que dependendo do que você quer alterar no mercado pode produzir um círculo vicioso ou virtuoso. A partir do momento que a sua idéia é deixar algum elo da cadia produtiva mais fraco, o sistema se encarrega em estirpar este elo com o tempo, porque elo fraco não ajuda uma corrente a ser forte.

6-Quem não quer cobrar para fazer um desenho deve ter a consciência que não pode entrar no mercado, nem pelas portas dos fundos. Deve compreender que desenha por si e para si, somente. À partir que alguém te pede algo e você aceita fazer por um prazo ou mediante qualquer tipo de parâmetro, você automaticamente está no mercado. Ser profissional ou não só depende de você.

7- Essas discussões são importantes, não devemos nunca perder a oportunidade de confrontar as idéias. Algumas pessoas podem querer um fórum declaradamente profissional para que as pessoas com menor informação não atrapalhem e, dessa forma não aprendam, outras podem querer um fórum puramente amador, somente para não ouvir os puxões de orelha das pessoas mais esclarescidas e verem seu orgulho e vaidade feridos, ao mesmo tempo impedindo que os demais aprendam e se informem.

Resumindo: do jeito que está é do jeito que deve ser, porque pessoas sem informação sempre irão existir, pessoas com mais consciência também, e pessoas que não querem de jeito nenhum evoluir vão existir somente enquanto houver a predisposição para se limitar discussões e esclarescimentos.

3 comentários:

  1. Na boa, velhinho. Vc é um ilustrador não?
    Põe umas ilustrações no blog então!!!
    Que tal?

    Muito interessante seu Blog, mas sinceramente, canda ficar lendo quilometros de palavras sem uma mostra do seu trabalho...

    Uma crítica construtiva, tá? Se vc acha que a proposta do BLOG não é essa, esquece, ok?

    Abs!

    ResponderExcluir
  2. desculpa, quis dizer, "cansa"...

    ResponderExcluir
  3. tranquilo, mas eu não vou colocar desenho não, eu já desenho o dia todo...

    Eu criei esse blog para escrever mesmo...

    ResponderExcluir

Deixe seu recado, faça sua observação, crítica ou sugestão.

Visitor IP Address Country

Art of the Day