21.9.05

Desarmamento?!?

Um amigo meu me postou uma mensagem que eu já vi muita gente enviando a respeito do projeto de desarmamento.
A mensagem é a seguinte:

Para Refletir.
 
Pra quem não tem arma:
Em Outubro haverá um plebiscito onde você deverá votar (voto obrigatório)
sobre a proibição da venda e comercialização de armas e munições pelo
cidadão brasileiro.
Na prática, será definido se O CIDADÃO BRASILEIRO TERÁ DIREITO À LEGÍTIMA
DEFESA.

Você não tem armas. OK
Você jamais usaria uma arma para atirar em alguém. OK
Você acha perigoso e não quer uma arma em sua casa. OK
Você não pretende ter armas. OK

MAS VAMOS IMAGINAR UMA SITUAÇÃO COMUM EM NOSSAS CIDADES HOJE:
Você vai concordar comigo que no caso de um marginal invadir sua casa no
meio da noite e começar a arrombar sua porta, você ficaria muito feliz que a
policia chegasse imediatamente e o prendesse. Concorda?

Você vai concordar comigo que a policia não tem condições de fato hoje de
atender à todos os chamados e ocorrências no tempo desejado. Concorda?
Você vai concordar comigo que, em geral, a policia chega DEPOIS de o assalto
acontecer. Concorda?

Você concorda comigo que, num caso como este, seu instinto seria de correr
para uma janela a chamar por socorro. Concorda?

Agora lhe pergunto: SE A POSSE DE ARMAS FOR PROIBIDA. DE QUE VAI ADIANTAR
VOCÊ GRITAR POR AJUDA ? NENHUM DE SEUS VIZINHOS PODERÁ LHE AJUDAR!
(presumindo que todos são gente de bem e cumpridoras da lei).
E O BANDIDO SABERÁ DISTO!!!

Agora imagine alguém seguindo sua filha à caminho da faculdade.
Imagine um maníaco a atacando e jogando-a em um terreno baldio. Imagine sua
filha gritando por socorro. E agora, imagine que NINGUEM poderá ajudá-la! (a
não ser telefonar para o 190 e aguardar... aguardar...)
E O BANDIDO SABERÁ DISTO!!!
Sua ÚNICA alternativa será deixar sua família à mercê de bandidos,
estupradores e assassinos enquanto espera pela policia.

O PROBLEMA NÃO É VOCÊ NÃO TER ARMAS, MAS OS CRIMINOSOS SABEREM QUE NINGUÉM
TEM!
Mesmo que você não queira ter armas, ache-as perigosas e tenha receio de
tê-las em casa.

VOCÊ VAI CONCORDAR COMIGO DE QUE É MELHOR QUE OS BANDIDOS NÃO SAIBAM DISSO!
Para ilustrar melhor: Se você realmente é à favor do
desarmamento, antecipe-se e coloque o cartaz abaixo no seu portão.
Cole-o na portaria de seu prédio, fábrica, casa de campo, vidro do carro.
EU SOU DA PAZ NESTA CASA NÃO EXISTEM ARMAS! Não vou reagir.
PARE! PENSE! Você realmente vai querer depender unicamente da ação da
policia como ela é hoje?

PARE! PENSE! Não é estranho que os deputados e senadores que promovem o
desarmamento NÃO SERÃO OBRIGADOS A SE DESARMAR?
Eles aprovaram um texto que permite a eles continuar com suas armas. Ou
seja: A vida da família deles é mais importante que a vida de sua família.
Você concorda com isso????

VOTE NÃO! VOTE NÃO AO DESARMAMENTO DO CIDADÃO DE BEM!
Vamos exigir que a policia tenha condições de trabalho!
Vamos exigir critérios rigorosos para a aquisição e uso das armas!
Vamos exigir exames constantes dos candidatos à compra de armas!
Mas proibir o cidadão de bem de se proteger, enquanto a policia não recebe
condições para fazê-lo, é absurdo!


Pois é. Eu andei refletindo a resolvi mandar uma mensagem para esse meu amigo:

Luis, até você...

Não percebeu que não é o fato de você está armado ou não que impede que você seja assaltado?

O que faz com que os bandidos se apliquem em cometer seus crimes com maior audácia é o sentimento de que eles não serão punidos pelo poder instituído.

Quem tem que andar armado é a polícia, não somos nós. O sistema é que precisa funcionar para que os criminosos sejam punidos, e não as pessoas precisam fazer justiça com suas próprias mãos. Se isso acontecer nós estaremos retrocedendo no tempo, voltando à idade média.

De repente eu vejo muitas pessoas justificando como normal a liberdade legal que cada um tem de poder matar outra pessoa para se defender, isso é igual a quem acredita que uma mulher tem o direito de abortar para preservar a autonomia sobre o seu próprio corpo. Nunca a violência é justificável para defender qualquer coisa, muito menos para defender de outra violência. Se fosse assim o extermínio de judeus na Segunda Guerra seria justificável, o genocídio na Bósnia e nos países africanos em Guerra Civil também.

Se fosse assim, então seria uma ótima idéia exterminar as crianças de rua, os marginais, os sem teto, os sem terra, os desempregados, os ladrões, as prostitutas, os aposentados, os deficientes físicos, os deficientes mentais e os doentes sem cura.

Me parece que esse ponto de vista carece de um pequeno detalhe: Caridade.

A mesma caridade que recomenda a quem tem uma condição financeira melhor não ostente mediante os menos afortunados, se as pessoas agissem dessa maneira, muitos assaltos, seqüestros, roubos seguidos de morte e outras demonstrações menores de inveja seriam evitadas.

Diminuir a nossa luz perante os que sofrem é um ato de caridade que até os espíritos elevados fazem quando estão em contato com os irmãos sofredores, não humilhar pessoas menos abastadas com demonstrações públicas de requesta, inteligência ou cultura também é uma forma de caridade, pois evita que os menores se sintam humilhados e fiquem revoltados.

Talvez ter uma arma em casa seja mais fácil e simples do que nos modificar, só que ao invés de resolver um problema, pode criar outros mais.
[]'s
Flavio Roberto Mota

Ilustrador
11 3276 2956
11 9634 6856
http://www.flaviormota.com.br
http://ph0bia.blogspot.com
ICQ 61641833
AIM flaviormota
MSN flaviormota@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, faça sua observação, crítica ou sugestão.

Visitor IP Address Country

Art of the Day