26.6.03

Nesse fim de semana eu andei fuçando o estilo de vida do pessoal aqui que mora perto do Largo do Cambuci:
Uma porrada de neguinho nas portas das Padarias tomando cerveja geladinha, expondo suas panças para aliviar o calor num verdadeiro concurso "O Rapaz mais Pançudo do Bairro", Jogando baralho em mesinhas improvisadas de folhas de Eucatex sobre butijões de gás vazios nas ruas, ou então jogando dama ou dominó nas mesinhas dos bares. Todos os bares com suas churrasqueiras cheias de churrasquinho de gato e batata assando na brasa. Também percebi que aqui Karaokê é regra em qualquer buteco. É impressionante a quantidade de boteco no Cambuci, tem esquina que amontoa mais de seis bares, e todos eles lotados. É o paraíso da pingaiada! Sem contar nos inúmeros modelos de Gol, Passat velho e Brasília que ficam com TODAS as portas abertas tocando música SERTANOJA e FUNK o dia inteiro sem parar e sem perguntar para o resto da vizinhança se aqueles acordes são agradáveis.
Aí, lá pelas tantas, você sempre ouve uma mulher brigando com o marido bêbado que ficou o dia inteiro no bar cultuando a sua pança e tomando uns cascudos do marido porque o REI DO LAR quer ver o jogo do CURINTIA (e olha que eu sou Corinthiano!). É um verdadeiro festival de criança remelenta correndo na calçada sem que os pais sequer saibam aonde seu filhos estão, menininhas (todas lindas como a Rita Cadillac) expondos as bochechas das bundas com chortinhos indecentes pelas calçadas indo nas padarias comprar sorvete ou frango (aquele de televisão de cachorro) e os pançudos todos secando as bundas que passam, deve ser por isso que as bundas acabam ficando tão secas ou deformadas com o tempo, se levar em conta a carga vibratórias dos olhares famintos.... Enfim! Uma verdadeira visão do Inferno!
Diante de todo esse espetáculo, eu refleti:
Ô vidinha LAZARENTA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, faça sua observação, crítica ou sugestão.

Visitor IP Address Country

Art of the Day